Posts mais lidos de 2016

Nossa, que ano que passou voando foi esse, gente?! De repente já estamos no final do ano e de repente eu to aqui, me pegando prestando atenção nos posts mais acessados e vendo que alguns deles já tem bons meses aí!
Que doido isso, né?!

As expectativas para o oitavo ano do Mesa são as melhores e vocês podem ter certeza que ele continuará aqui, falando sobre cultura pop, coisas bacanas que a gente encontra por aí e muito mais. Também estou procurando fazer algumas coisas novas e diferentes para o blog se renovar e não parar no tempo, né gente?!
Então é chegado aquele momento, em que a gente revê o que rolou de bacana e quais os assuntos mais clicados por aqui! 
Vem comigo na ordem decrescente:



A crítica sobre o filme The True Cost deu o que falar aqui no Mesa, inclusive virando o motor para o #DesafiodaCapsula que está rolando aqui permanentemente. No texto eu falo sobre a questão do ciclo das marcas de fast-fashions e como essa indústria está seriamente engatada em problemas estruturais de trabalho, comércio, produção e destino final dessas peças. 



Nesse post eu listei as 5 maiores coisas que eu aprendi ao me mudar pela segunda vez, mas desta vez com muito mais coisas e móveis! Essas cinco coisas acabaram se tornando dicas preciosas para qualquer um que esteja pensando e/ou planejando uma mudança.


Apesar de ter morrido na praia, esse projeto de indicar filmes de fora do circuito conhecido no Netflix para parceiros blogueiros, foi um dos posts mais acessados do Mesa esse ano, provavelmente porque as pessoas ficaram curiosas sobre os tais filmes "diferentões" que estavam na proposta. Quem sabe a gente não retoma a ideia no ano que vem?!



Algumas das apresentações mais legais que eu já compartilhadas no Youtube. Algumas são de gravações profissionais, outras várias, são de shows e de apresentações que os cantores fizeram. Tem até cantores soltando o gogo em programas de TV e apresentações de tirar o chapéu! Confira!


Novamente, o texto da cafecólatra Amanda Mota bombou aqui no Mesa. Juntando Ciência e Cultura Pop, a colunista esporádica daqui, apresentou um super texto sobre o motivo de séries como Game of Thrones fazerem tanto sucesso e acarretar fãs "viciados". 


Falei de AnaVitória por aqui e não deu outra, uma enxurrada de leituras, porque não tem o que fazer, essas meninas cantam muito, cantam lindo e compõem que é só lindeza! No post eu fiz um levantamento sobre a história da dupla de Tocantins e compartilhei minhas impressões sobre o primeiro álbum delas.


Esse post foi resultado de um convite que eu fiz para Victória Costa, que estava à procura de referências de mulheres negras, com cabelo afro e que o usaram com o capelo no dia da formatura. O resultado foi um texto em que ela conta a sua experiência na busca por inspirações, os testes que fez e, finalmente, o dia da formatura em que cachos e capelo estavam presentes.


2 posts ficaram empatados no 3º lugar. O primeiro, foi o texto sobre o filme Drive com Ryan Gosling e Carey Mulligan, um filme com tempo próprio e que surpreende pela violência indireta. O segundo, foi o texto sobre A Vila, thriller psicológico dirigido por M. Night Shyamalan, imperdível para quem gosta de histórias misteriosas e que levam o mistério até as últimas consequências. 


O filme noventista Reality Bites foi o tema desse review que bombou em 2016. O filme conta os dramas e as tramas da vida de cinco amigos que vivem numa época de cobranças, liberdades, pressões e reposicionamento da categoria do que é ser "jovem". 


O Review do filme A Encantadora de Baleias foi o mais lido esse ano. Profundo, é um filme que fala sobre encontrar o seu lugar no mundo e lutar por ele, mesmo que outras pessoas tentem tirá-lo de você. É um filme belíssimo e que traz diversas questões importantes e que devem ser discutidas, especialmente numa época em que múltiplos interesses e múltiplas relações são fugazes e não se firmam. Belíssimo!

Share:

0 Falas

Mesa de Café da Manhã. Tecnologia do Blogger.