Depois do Piloto 8

Então gente, tenho que confessar que esse mês eu dei uma super parada no consumo de séries, por diversas razões, mas talvez o tempo tenha sido o principal delas. Estou naquela fase crítica de finalização da dissertação, em que praticamente todo o meu tempo está voltado para aquele 'tiro' final, com força na peruca e muito foco para concluir mais essa etapa na minha vida.
Mas assim, esse post não é confessional e nem tem a função terapêutica de divã. Ele é para falar de mais algumas séries que cruzaram o meu caminho no Netflix e nos poucos tempos livres...vamos a elas:

Landgirls


Ainda na vibe de assistir séries feministas ambientadas nos antigamentes (como visto aqui), eu continuei na busca de mais algumas que me lembrassem as adoradas Agent Carter ou Bomb Girls, e acabou que me encontrei com as Landgirls, uma série sobre um grupo de mulheres que, por razões diferentes, foram trabalhar em fazendas durante a segunda guerra mundial. Com um figurino lindeza e ambientação cuidadosa, essa série britânica tinha tudo para cair nas minhas graças, mas a verdade é que achei as personagens apagadinhas e achei a história nem um pouco contagiante. Sinceramente, eu não fiquei animada para continuar vendo...
É legal, mas fica pra próxima, tá bom?!

Witches of east end 


Uma mistura interessante de Charmed e Buffy, ambientada nos tempos contemporâneos e narra as aventuras de uma família de bruxas imortais. Já achei bacana que logo no primeiro episódio somos tragados por uma curiosidade sem limites para saber o que vai acontecer em seguida! Então não preciso dizer que fiquei super afim de continuar acompanhando as aventuras de Joanna, Wendy, Ingrid e Freya, né?! Elas não colocam a questão da magia como sendo o principal, mas mesmo assim está lá e parece que foi muito bem explorado, o que foi outro ponto positivo, mas vi por aí que ela foi cancelada no final da 2a temporada. Só espero eu que tenha chegado em um final... 
Essa sou eu sofrendo por antecipação

The Librarians


Apesar do mote de "escolhido" e toda aquela coisa meio cheia de misticismo clichê, The Librarians me conquistou pelo simples fato de misturar um ar de Doctor Who com Instrumentos Mortais (não a série, ou o filme, mas como eu imaginei lendo os livros). Gostei muito da ambientação em uma enorme biblioteca que contém as maiores relíquias mágicas de todos os tempos (coleção ainda em construção), com uma pitada de teorias de conspiração e histórias antigas. Com certeza continuarei vendo! 
Quando o primeiro episódio acabou

Share:

0 Falas

Mesa de Café da Manhã. Tecnologia do Blogger.