Poderosa

Incorporando o discurso de empoderamento, feminismo e total confiança em si mesma, Demi Lovato está com tudo e desde "Unbroken" tem sido responsável por diversos discursos e emprestando a sua imagem à campanhas anti-bullyings, "love is louder", auto estima e muitas outras.
Sim, ela está com tudo mesmo! Em várias capas de revistas, lançou seu primeiro livro e segue além, como porta-voz da noção contemporânea de que é possível se suficiente para si mesma (pelo menos é assim que a sua imagem tem sido vendida, inclusive por ela mesma), porque afinal, citando RuPaul: "se você ama a si mesmo, para quê amar alguém mais?"
E assim, a menininha que estrelou Camp Rock, cantava sobre garotos e relacionamentos de adolescentes, precisou entrar na reabilitação e denunciou a pressão psicológica em cima de artistas muito jovens, reconfigurou a sua imagem fragilizada e há pouco mais de um ano depois de ser divulgadora de uma palavra de busca por uma auto-confiança, aparece tendo encontrado a si mesma, em um álbum novo e totalmente confiante (com o perdão do trocadilho, rss).

O cd, inclsuive, está sendo divulgado sob essa mesma égide, a de uma pessoa que, depois de passar muito tempo se auto-questionando resolveu construir a sua própria existência e sua própria auto-estima a partir do empoderamento de si. Confident é, claramente, uma continuação de DEMI, sendo detentor das mesmas características sonoras e líricas, uma vez que temos músicas que podem ser divididas em categorias iguais:
Temos as músicas dançantes; as românticas que não são de amor; as de redenção; as confecionais e de tom totalmente pessoal e, finalmente, aquelas que não são lá grande coisa, mas que dão margem para uma reinterpretação formidável no show.
Feminista, ou pós feminista, Demi realmente levou essa característica a uma potência elevada, de modo que além de ter conseguido reconfigurar a sua própria imagem, ela foi capaz de se dar a liberdade poética de lançar um cd bem mais ou menos, mas que se torna potente pelo discurso que incorpora. Mas é isso mesmo, Demi é poderosa e tem uma voz poderosa, metaforica e literalmente. Tem postura de que sabe o que quer e como quer e como temos precisado de referências assim, afinal vale a pergunta: "Qual o problema em ser confiante?"
Destaque para as músicas: Old Ways, Kingdom Come, Stone Cold, Waiting for you, Wildfire, Lionheart e Stars.

Share:

1 Falas

Mesa de Café da Manhã. Tecnologia do Blogger.