De agora em diante

Você já conheceu alguém que foi capaz de mudar a sua perspectiva sobre si mesmo e sobre a forma como leva a vida? Em The Spectacular Now, meu queridinho Miles Teller conhece Shailene Woodley e é exatamente isso que acontece.

Há tempos eu deveria ter postado esse review, isso porque faz pouco mais de um ano que eu tive a oportunidade de ver essa película pela primeira vez, mas como a vi no avião, acabei perdendo as anotações referentes às mil sensações que tive com ela.
Veja bem, The Spectacular Now não é um filme sobre adolescentes, não é um filme a lá A Culpa das Estrelas e muito menos Um Amor para Recordar. Se fosse referenciar essa história a outra, provavelmente seria As Vantagens de Ser Invisível, justamente por que os temas principais são de: redenção, transformação e revalorização da vida e de si mesmo
No longa, Miles Teller interpreta Sutter, um cara sem qualquer perspectiva para o futuro, alcoolátra e hedonista puro. Depois que Cassidy (Brie Larson) termina com ele, o rapaz mergulha numa espiral de bebida, até que acorda, ressacado, no gramado de um estranho. Aimee (Shailene Woodley) o encontra e entra na sua vida, compartilhando com o rapaz os seus próprios dramas pessoais e mostrando para ele que é preciso olhar pra frente, mesmo quando o presente parece sem direção. De uma maneira bem adorável, os dois se modificam mutuamente e redescobrem a si mesmos, percebendo que as suas maiores limitações são eles mesmos.


O que logo chama a nossa atenção nessa película é a forma bastante sutil com que os personagens vão desabrochando para nós, quase como se os casulos fossem se abrindo conforme um vai entrando na vida do outro. Fora que, esse foi o filme responsável por eu ter caído de amores por Miles e ter batido o martelo quanto a competência de Shailene, não duvidando da capacidade da moça, jamais! Os dois têm uma sintonia excelente e um timing que funciona incrivelmente para o formato do filme, uma vez que a história não se deixa cair num marasmo de filmes sobre amor sublime e a total e completa falta de dúvida sobre como e porque aquela história durará para sempre. Ninguém sabe se ela durará pra sempre...
Assim, o caminho que se desdobra é o de não se valer de grandes acontecimentos, e sim da força regeneradora de ter sua vida mudada, pela vontade de mudança. Vontade pessoal. Tanto é que, mesmo que ambos se ajudem, a mudança só ocorre, porque eles querem mudar. Meio como The Art of Getting by

O personagem de Miles é um descrente do futuro, não faz planos e vive sob a égide do aqui e agora, diferente de Aimee, que não vê perspectiva no presente e foca num futuro que é pra daqui a um tempo. Como dois estranhos de panelinhas diferentes, que poderia até ser confundido como aquele filme High School, onde o cara aposta para transformar a menina feia na rainha do baile, eles se encontram no meio do caminho entre o que te faz querer o agora é o que te faz pensar no depois, desconstruindo toda a expectativa que, ingenuamente você constrói no início. 
Com diálogos intensos, fotografia linda e uma câmera que adora os detalhes, The Spectacular Now se apodera de fraquezas, mas ressalta as grandezas, mesmo que ela seja em perceber o Carpe Diem do futuro, ou o longo prazo do agora.

Share:

0 Falas

Mesa de Café da Manhã. Tecnologia do Blogger.