10 filmes para comer com os olhos

Essa semana minha mãe me indicou uma matéria chamada "Explosão Sensorial", escrita por Lais Cattassini, para a revista Hemo em Revista, uma publicação especializada em assuntos de hematologia e medicina em geral. Bom, aparentemente, sem qualquer relação comigo, na verdade a matéria fala sobre o restaurante O Banquete em Fortaleza e como ele une outras experiências artísticas, como música e cinema, à gastronomia. 
Voi-lá! O que tem a ver comigo na matéria!

Sendo assim, fiquei pensando sobre filmes que ressaltem o aspecto belo da gastronomia e de suas complexidades, tanto paladares, quanto visuais e tentei lembrar de filmes que tratam de comida e que são um verdadeiro banquete para os olhos.
Vem comigo!

01 - A 100 passos de um sonho

Esse filme já rendeu post aqui no Mesa, justamente porque fiquei impressionada com a beleza gastronômica dele. O filme conta a história de um jovem cozinheiro indiano, Hassan (Manish Dayal), e sua família, que ao chegarem em Saint-Antonin-Noble-Val, no sul da França se instalam em uma casa em frente (a 100 passos de distância) ao único restaurante da cidade com uma estrela do guia Michellin.  Visualmente falando, ele é repleto de cores vibrantes, frutas suculentas e cheiros que ultrapassam a tela. Indicadíssimo!

02 - Chef

Também protagonista de um post aqui, o despretencioso filme independente de Jon Favreu narra a saída do chef Carl do mundo da gastronomia sisuda e partindo para uma empreitada no mundo dos food trucks. O Food Truck dele faz um enorme sucesso e logo eles estão em todas as partes. O mais bacana no filme é ver a como eles vão acrescentando os pratos criados por Carl e os tornando cada vez mais significativos na trama. É claro que é um filme que você sai com fome.

03 - Ratatouille

Esse não poderia ficar de fora da lista e falando de gastronomia sisuda (risos), o filme trata justamente da ideia de que qualquer pessoa (ou rato) pode cozinhar, mesmo a mais complexa das receitas! É uma animação de sessão da tarde, que conta a história do ratinho Remy e Linguini, uma dupla bastante controversa, mas bem intensa, que acaba se tornando referência na cozinha francesa.

04 - Julie & Julia

Baseado no livro e Julie Powell, sobre a sua aventura gastronômica em tentar fazer todas as receitas (524) do livro de cozinha de Julia Child; e também na autobiografia da chef Julia, o filme acompanha duas histórias separadas pelo tempo, mas que em comum têm a forma como a gastronomia entrou nas vidas delas, mudando tudo e fazendo-as reencontrar o seu próprio centro. É um filme delicioso e não só porque tem pratos incríveis, mas porque dá vontade de se aventurar na cozinha também. Plus para o fato de ser protagonizado por Meryl Streep (que foi indicada ao Oscar por esse papel) e Amy Adams S2

05 - Chocolat

Muitas pessoas acreditam que o chocolate tem poderes sobrenaturais sobre as nossas atitudes e pode, até, simular a sensação de estar apaixonado ou excitado. Bom, partindo de um princípio semelhante, Chocolat conta com Juliette Binoche, interpretando uma mãe solteira que chega a uma cidadezinha provençal na França e abala as estruturas de lá, ao abrir uma loja de chocolates. Divinos Chocolates! O filme é cheio de chocolate, em todas as formas, derretido, branco, ao leite, meio amargo e por aí vai...difícil não sentir que engordou uns trinta kilos só de assistir!

06 - O Sabor da Paixão (Woman on Top - porque eu gosto mais desse título, rss)

Filme com Penélope Cruz e Murilo Benício, conta como Isabela (Cruz), que era dona de um restaurante na Bahia, vê a sua vida virar de cabeça para baixo, ao ser traída por Tonho (Benício) e decidir mudar para São Francisco, ficando a frente de um programa de culinária que faz um enorme sucesso nas terra ianques. Além de ser banhada por uma trilha sonora deliciosamente brasileira, o longa é uma comédia picante e sexy.

07 - O Sabor de uma Paixão (Ramen Girl - porque o título faz mais sentido original)

Apesar do nome semelhante em português, esse filme com Brittany Murphy não tem nada a ver com o anterior e na verdade vai para o outro lado do mundo, chegando ao Japão. No filme, Abby (Murphy) é uma garota que viaja para Tóquio, apenas para ser abandonada pelo namorado. Sem perspectiva de nada, ela percebe que o Ramen produzido por um determinado restaurante provoca diversas reações nas pessoas e que é isso que ela quer fazer da vida: cozinhar e transmitir sentimentos. É um filme visualmente rico, não só pela parte gastronômica, mas também pela cultura japonesa e seus hábitos. 

08 - Sem Reservas

Não é o primeiro filme que trata sobre a dificuldade das mulheres em se tornarem relevantes no competitivo meio da gastronomia profissional, mas Sem Reservas é embalado por ópera, belos pratos e uma cozinha bastante intensa e à flor da pele. Kate (Zeta-Jones) é uma mulher controladora e bastante perfeccionista, exatamente como parece ser a máxima comportamental de alguns protagonistas chefs e consegue controlar tudo na cozinha, até a chegada de Nick (Eckhart)...

09 - Como água para Chocolate

Filme mexicano que narra o romance de Tita e Pedro que, por uma superstição da família dela, não podem se casar. A mãe da moça sugere que Pedro se case com Rosaura, irmã mais velha de Tita. Para ficar perto da amada, o rapaz aceita e Tita é incubida de fazer o bolo de casamento dos noivos. Quando os convidados comem o bolo, acabam sentindo toda a tristeza da moça, ao preparar o doce e essa é uma das cenas mais bonitas do cinema latino. O filme é mais drama do que, de fato gastronomia, mas vale pela forma como a cozinha e as cenas de comida são feitas.

10 - A Princesa e o Sapo

Outra animação, que conta a transformação de Tiana e Naveen em sapos. A animação tem uma trilha sonora requintada e conta com a habilidade gastronômica de Tiana, que faz sopas, sonhos e outras muitas comidinhas que deixam qualquer um com água na boca. Inclusive a meta dela em abrir um restaurante é um dos principais gatilhos da obra. 

Quero contar pra vocês que depois dessa lista, fiquei com o estômago roncando!E você, qual o seu filme gastronômico favorito?

Share:

1 Falas

Mesa de Café da Manhã. Tecnologia do Blogger.