Amigas amigas, Casamentos a parte

Com uma premissa que vai um pouco na contramão dos filmes neste estilo, Bachelorette (4 amigas e um casamento) se centra na despedida de solteira de Becky (Rebel Wilson), organizada por suas três melhores amigas do High School, Regan (Kirsten Dunst), Gena (Lizzy Caplan) e Katie (Isla Fisher). Acontece, porém, que as três amigas na verdade estão se sentindo completamente subjulgadas e diminuidas pelo fato de Becky, entre todas elas, estar se casando primeiro. Pois é, de modo bem mesquinho mesmo!

Então longe de ser apenas uma comédia convencional, que acontece numa confusão sem limites de uma noite insana, esse filme foca em cada uma das moças e como elas estão tendo dificuldade de lidar, não só com o casamento da "patinho feio" da turma, mas com a própria situação de suas vidas. Becky, a gorda e fora do padrão estético vigente confia nas amigas, porque via nelas as figuras para se espelhar, pelo menos durante a adolescência e quando esse quadro começa a se inverter, as três bonitas e populares garotas percebem o quanto ser linda não significa nada, se a sua vida está um desastre.
Sim, no caso delas a vida está realmente uma droga! Elas são representações de futuros nada animadores para aqueles que, não só viveram os melhores anos na adolescência, mas acreditaram piamente nisso, se mantendo refém de um passado idealizado, enquanto tenta lidar com um presente ridicularmente deprimente e restrito à profissões sem sentido, relacionamentos por conveniência, drogas e bebidas como válvulas de escape e a solidão como única companhia

O filme, então, usa de estereótipos como a certinha que busca a perfeição, a vadia perdida e a boyish sexy para construir um verdadeiro tapa na cara de quem pensa que as vidas delas são incríveis, usando de um gatilho para disparar a psiquê de cada uma delas, assim como escracha o comportamento medíocre de uma sociedade que finge aceitar muito bem pessoas que são diferentes do padrão (padrão de quê? padrão de quem?), desde que essa pessoa esteja 'abaixo' de mim, é claro. Mas não se engane, Becky também usa do casamento para mostrar que não é mais a "pig face" que costumava ser no colégio, justamente ao escolher Katie, Gena e, principalmente, Regan como madrinhas.

Assim, entre romances antigos, fugazes e irreais, expectativas frustradas, comportamentos ambíguos e vícios incoerentes, o grande detalhe do longa, é falar sobre parar de "mimimi" e seguir em frente, se desatrelando das idealizações do passado.

4 amigas e um casamento faz parte da minha lista de 24 filmes para 2015, proposta pelo Blogs que Interagem, na categoria Casamento.

Share:

0 Falas

Mesa de Café da Manhã. Tecnologia do Blogger.