Blogagem coletiva: Livros que lembram a minha infância

Quero falar pra vocês que foi beeeemmmm difícil fazer uma listinha pequena com os livros que lembram a minha infância, especialmente porque eu lia consideravelmente mais nessa época. Para ajudar a diminuir essa lista, eu procurei recortar a minha idade infantil, considerando-a até os 13 anos. Depois pensei rapidamente sobre os livros que eu sempre me lembro e, principalmente os que eu mais gostei, daí cheguei nessa listinha com 10 livros, que me marcaram por motivos diversos e também que me levaram a gostar ainda mais de ler (e de contar histórias).


10 - HIVida - Francisco Soares
Esse livro eu li com 13 anos e eu lembro que ele me impressionou muito, porque contava a história de uma moça que ficara grávida na adolescência e ainda por cima se tornara portadora do vírus HIV. Eu lembro claramente de como ficara triste pela personagem e mais ainda por cima ele me ajudou a entender muito sobre a doença.

09 - A dádiva da Curiosidade - não lembro o autor
Eu tinha 8 anos quando a minha escola colocou esse livro na lista das leituras paradidáticas do ano. Lembro que na história acompanhávamos uma meninha, que na ilustração do livro era feita com traços que lembravam muito a Mafalda; e que queria saber tudo, sobre tudo. Perguntava aos pais desde coisas super complexas como "porque a minhoca não tem olhos", até mais simples, como "como se pinta uma parede". A história me marcou muito porque foi um dos primeiros livros que eu li e reli diversas vezes, sabendo até as falas! -Não encontrei imagens desse livro online-

08 -O ladrão de sorrisos - Marcelo Duarte
O livro de Marcelo Duarte conta a história de um grupo de adolescentes que passa a investigar o sumiço dos sorrisos de pessoas que, aparentemente não tem qualquer conexão entre si. Esse livro foi super significativo pra mim, porque eu já tava querendo ler alguma coisa um pouco mais madura e como se trata de um livro de mistério, na época eu achei sensacional! Acho que tinha uns 11 anos.

07 - Dom quixote - Miguel de Cervantes
Está certo que eu li uma versão bem mais condesada, que é exatamente esta da imagem, mas mesmo assim a história desse cavaleiro, seu amor por Dulcinéia e seu fiel escudeiro mexeu muito comigo, porque, inconscientemente eu passava a me perguntar o motivo da sua demência e se, de fato, se tratava de uma demência. Esse livro fez parte das minhas leituras obrigatórias do colégio, de quando eu estava na 5ª série.

06 - Visagens e Assombrações de Belém - Walcyr Monteiro
Quando você mora em uma cidade como Belém do Pará fica sabende de diversas lendas urbanas, entre elas aquelas que você quer porque quer descobrir se são verídicas, e aquelas que você morre de medo! Neste livro, que eu li com 10 anos, algumas das maiores lendas urbanas da capital paraense são reinventadas e reinterpretadas. 

05 - Um tesouro de contos de fada - Vários Autores
Esta 'bíblia' de contos de fada foi um presente da minha mãe, quando eu completei a alfabetização. Eu o tenho até hoje, servindo de base para algumas das minhas pesquisas em Contos de Fada, isso porque ele é uma verdadeira coletânea enriquecida com belas ilustrações e entre contos super conhecidos e 'desconhecidos'.

04 -Câmera na mão, O Guarani no coração - Moacyr Scliar
Um grupo de amigos decide fazer um filme adaptado da história de O Guarani, de José de Alencar, para participar de um concurso de cinema. O livro conta todo o processo de construção dessa produção, enquanto mostra os jovens comparando a obra clássica à atualidade e esbarrando em algumas questões pessoais de seus integrantes. Foi um livro que eu e a minha turma precisamos adaptar em peça, o que foi muuuuuuuito legal! 

03 - Tudo por um Pop Star - Thalita Rebouças
Esse livro de Thalita Rebouças foi o primeiro de uma série que a autora fez para contar as aventuras das melhores amigas Ritinha, Gaby e Manu. Neste primeiro, elas se aventuram entre mentirinhas e sonhos para connhecer e assistir ao show do Slavabody Disco Disco Boys. Esse livro me marcou bastante porque na época eu também tinha o sonho de conhecer meus grandes ídolos da música! Fora que o livro tinha todos os elementos que meninas dos seus 12 anos (que era o meu caso) mais querem em livros: aventura, amizade, caras lindozos e beijo na boca!

02 - O livro dos quase amores - Suzana Vargas
Foi uma obra que eu li na 4ª série e que conta a história de quase amores da própria autora, Suzana Vargas. A personagem se parecia demais comigo, que naquela altura estava achando que teria o mesmo destino que a moça, que só foi encontrar um quase-quase primeiro amor aos 14 anos. Boba, curiosa e desligada, Suzana deixa passar algumas oportunidades e em outras tantas simplesmente acha que não deve ser. 

01 - Crescer é perigoso - Márcia Kupstas
Eu cheguei a ler esse livro tantas vezes, que algumas partes eu já até sabia de cor. Crescer é Perigoso conta a história de Gustavo, um descendente de japonês, tímido e essencialmente adolescente, que começa a descobrir os detalhes de uma vida pré-adulta, entre acertos e erros do processo normal de amuderecimento. Se você quer saber, esse livro me marcou tanto que o tenho até hoje...

Essa listinha é do tema de Blogagem Coletiva do grupo de interação Blogs que Interagem.

Share:

0 Falas

Mesa de Café da Manhã. Tecnologia do Blogger.