Transformação de princesa

Este ano a Disney anunciou a remodelação das princesas disneyanas. Elas ganharam mais brilho, traços computadorizados e aquelas princesas de descendência étnica tiveram suas características destacadas. De modo geral a remodelação da franquia faz parte do projeto "I am a Princess", que teve início no ano passado e que tem como foco propagar a ideia de que ser uma princesa é mais do que usar roupas caras e ser bonita, porém alguns críticos apontaram que ao remodelar o rosto das princesas ou afinar as silhuetas de princesas mais cheinhas como Mérida e Branca de Neve, o resultado foi justamente o oposto, criando uma espécie de padrão "princesês".
A princesa que mais sofreu com as críticas da nova forma, foi a mais recente na franquia, a ruiva Mérida, que seria, antes de sua transformação, uma princesa mais real, mas que ao ser maquiada e emagrecida ficou parecendo uma boneca. 
De modo geral, eu compreendo a decisão da empresa de dá uma maquiada nas princesas, visto que algumas delas tem bons 70-80 anos, mas acredito que os traços da época em que foram criadas é o que dá a elas verdadeira autenticidade. A decisão também perpassa por uma necessidade disneyana de padronização, em que ao colocar todas as princesas juntas, Mérida e Rapunzel que foram feitas em 3D não ficassem estranhas ao lado das princesas em 2D. 
Bom, deixo para vocês tirarem suas próprias conclusões as princesas versão 2013. E aí, o que acharam?

Share:

1 Falas

Mesa de Café da Manhã. Tecnologia do Blogger.