Rebeldes sem causa, mas com Voz

Que o Disney Channel, canal pertencente à empresa Disney Co., é um canal basicamente adolescente, isto é bem evidente, principalmente nos últimos 8 anos, em que a empresa, além de investir no canal, também investiu massivamente na formação destes atores/cantores/dançarinos. Sim, o "triplo ataque" é mais do que requerido como um dos prerequisitos para ser um jovem artistas disneyano e não isto não é de agora, artistas como Britney Spears, Justin Timberlake e Raven Simone são exemplos desta escola de formação de artistas remanescente das décadas de 80 e 90.
O fato é que a produção de filmes, seriados e cds com estes artistas adolescentes só aumentou, de modo que antes o Zapping Zone (programa diário que passa as sérias do canal) passava 3 seriados por dia e todos os dias eram os mesmo, hoje ele precisa se organizar para passar mais de 10 seriados durante a semana, de forma que cada dia passam 3 diferentes, o que é uma produção meio absurda se parar para pensar.
Além das séries que já passavam antes, como Hannah Montana, Feiticeiros de Waverly Place e Gêmeos a bordo, outras mais foram lançadas como No Ritmo, Jessie, Sem sentido e Peter Punk e isso só no Disney Channel, sem citar as que estrearam no Disney XD. Isto faz com que eu pense que este público está, não só dando retorno do lado comercial, mas também está pedindo por mais. E ao pedir mais, eles também pedem coisas diferenciadas, não querem mais saber de historinhas simples ou muito cheias de fantasia, parecem querer encontrar uma semelhança com seu dia-a-dia e também querem que a série dialogue com eles dando algum tipo de voz a estes jovens, talvez para que eles se sintam mais 'rebeldes".
Agora como assim?
Bom, saindo um pouco das séries e indo para os filmes, que são os que provavelmente a maioria de vocês tem mais conhecimento, os filmes produzidos para TV do Disney Channel são em sua maioria filmes de atitude, ou assim o tentam ser.
Suas histórias tem cenário denrto das High Schools e basicamente falam destes adolescentes e das suas relações (amizade, amor, rixa, etc), mas todos os filmes tentam trazer, através de seus personagens determinados e das suas tramas quase adultas, situações em que algum paradigma seja quebrado.
Normalmente se trata de panelinhas e status (como aconteceu no High School Musical e no Programa de Proteção a Princesa), ou falam de lutar pelo que se quer (Camp Rock 2, Jump In e Cheetah Girls) e mais recentemente, falar de fazer uma "revolução".
Lemonade Mouth é um dos exemplos desta revolução. O filme se trata de um grupo de amigos que resolvem montar uma banda e dar "voz" aos colegas rebaixados por que não faziam parte da "elite" do colégio (formado, é claro por Cheerleaders e Jockers). A história não foi novidade, mas não se parece em nada com Camp Rock ou High School Musical, pois conseguia falar de determinação e dizia para as pessoas exigerem ser ouvidas.
Na verdade, Lemonade Mouth conseguiu algo que talvez nenhum dos filmes anteriores tinha conseguido, mobilização. Exatamente, o filme deu frutos e hoje já existe site dedicado a divulgar as palavras 'revolucionárias' ditas no filme. O site http://lemonademouth.com/ foi criado por um grupo de jovens que queriam fazer a revolução de igualdade e liberdade de expressão (abordadas no filme) perto de casa. A iniciativa continua a todo o vapor e eles mesmo estão colhendo assinaturas para que a Disney produza o Lemonade Mouth 2.
Outro filme que estreou recentemente no Disney Channel Brasil foi Radio Rebel, baseado no romance ainda não traduzindo em português Shriking Violet. Ele volta a flertar com aquelas historinhas já manjadas de garota loser que se apaixona por cara popular, mas tem uma garota popular que não gosta dela e faz de tudo para separá-los. Apesar da temática bem igualzinha, Radio Rebel parece conseguir se diferenciar um pouco por se tratar de uma garota completamente excluida, mas que ganha voz ao montar um estúdio de rádio em casa e começar a expressar suas ideias para os colegas da escola.
Se este filme terá "ovinhos" como Lemonade o fez, isso só o tempo dirá, mas que esses rebeldes sem causa vão continuar sendo tema da Disney, isso eu tenho quase que absoluta certeza.

Share:

0 Falas

Mesa de Café da Manhã. Tecnologia do Blogger.