Tchau querida...

Todos conhecemos pessoas que não gostamos. Com o tempo aprendemos a lidar com isso e suportar um pouco dela, principalmente se essa pessoa convive conosco de  alguma maneira.
Todos temos aquele sentimento  de querer olhar para a pessoa e mandar tomar no cu, simplesmente por que os santos não bateram.
Eu tenho esse sentimento. E nossa como é insuportável. O pior, no entanto, é quando você se depara com uma situação em que você encontra uma pessoa que te causa asco. Isso mesmo, nojo, de maneira que você não aguenta nem ficar do lado dela, nem...respirar perto dela.
Por causa deste tipo de situação, eu desenvolvi uma técnica de boa vizinhança, que gostaria de dividir com vocês. Não tem grandes mistérios, na verdade, mas ajuda no caso mais simples, que é o de desgostar e ajuda no caso mais sério, que é o de não suportar.
Então vamos às dicas:
1 - Se você precisa conviver com esta pessoa vendo-a todos os dias, não seja mal educado. Bom dia, boa tarde, boa noite, é o mínimo civilizado que você precisa dizer. Este cumprimentos mostram que você é educado e em um ambiente de convívio multiplo, ou seja, em que você conviva também com outras pessoas, como escola e trabalho é necessário que a etiqueta seja mantida; isto é importantissímo e soma pontos para o quesito interpessoal.
2 - Descubra em que ponto  que você não gosta da pessoa. Saiba separar o pessoal do profissional, de modo a nunca menosprezá-la profissionalmente se ela desenvolve o seu trabalho corretamente. Muitas pessoas nós temos antipatia por que pessoalmente não são pessoas compatíveis com a nossa personalidade, no entanto são extremamente capazes no quesito profissional. Uma coisa não tem nada a ver com a outra.
3 - Dê crédito. Aproveitando o gancho da dica anterior, se você teve que desenvolver um trabalho  ou uma pesquisa com esta pessoa, dê os devidos créditos. Lembre-se: profissional de um lado, pessoal do outro.
4 - Se você desgosta dela profissionalmente, não cabe a você botar ordens (a não ser que este seja seu trabalho de fato) mas se você está na mesma posição que a pessoa, chame-a de lado e avise que um determinado trabalho foi feito de maneira incorreta. Quando você faz isto, você não se coloca em posição de dedo  duro e/ou traidora, mas se coloca em uma posição confortável de "eu te avisei".
5 - Mantenha distância. Se de fato você sente asco pela pessoa, não se  aproxime. O básico de educação sendo feito, ninguém vai dizer que,na verdade você não suporta aquela criatura. Você simplesmente não tem afinidade com ela.
6 - Não fale mal para pessoas próximas. Esse problema é muito recorrente, principalmente nos ambientes de trabalho. Se você tem um colega que é muito próximo você acha que pode desabafar e isso é uma ótima questão, mas se por acaso acontece de este confidente ser fofoqueiro e/ou amigo da criatura que você não gosta?! Evite problemas, xingue no seu íntimo e/ou para seus amigos externos, que não têm nenhum vínculo com a pessoa "odiada".
7 - Não tente lavar roupa suja. Existem pessoas que não gostamos, simplesmente por não gostar. Se isso não muda com a convivência, não mudará com uma lavagem de roupa suja. Com isso você só vai perder tempo, alguns fios de cabelo e saliva, pois vão andar em circulos e não vao saber o que tem de errado.
8 - Tenha em mente que na maioria das vezes a pessoa não percebe que não é apreciada, principalmente se você mantem um tom amigável (mas não íntimo) e educado. Assim como o mesmo pode estar acontecendo com você.
9 - Se por acaso é você que sente que está sendo tratada com raiva e imprazer, seja ainda mais polido e educado, mostrando que você não se importa se a pessoa te olha com cara de cu, desde que ela desenvolva a função que foi atribuida e não pise no seu calo (importante)
10 - Se você é vítima de um completo desconforto por parte de algum colega tente se aproximar do individuo,se não funcionar, conversar com este em questão é a melhor solução; mas nada de perguntas idiotas como: "Por que você não gosta de mim?", "Qual o seu problema comigo?" e variações. Pergunte simples e direto: "Você está se sentindo incomodado comigo? Eu lhe fiz alguma grosseria que você ficou desgostoso? Porque se sim, eu peço desculpas, mas não dá para trabalhar/estudar com você me olhando com essa cara de 'chupei limão'."
11- Entre mulheres (salvo aquelas que de fato mantem esse tipo de vocabulário) se te chamam de "querida" (e variações como queridinha e queridona), "amiga", "mana", "meu bem" é por que não te suportam!
12 - Entre homens é mais comum a cara de chupei limão e o jeito mais busco de se tratar, mas como os homens não prestam muita atenção nestas coisas...
Lembre-se que tudo que você pensa consigo, fica ali mesmo, na sua mente e retido, então que este a seguir se torne seu mantra:
falando: Tchau querida!
pensando: Vaca!
 13- Na dúvida pense nas classudas pin ups que sorriam para o que desgostavam para manter a boa convivência -note, não estou falando de submissão ou subserviência, estou falando de políticas de boa convivência.

Share:

0 Falas

Mesa de Café da Manhã. Tecnologia do Blogger.