Doce de criança

Parte I
Sabe quando alguma criança recebe o seu doce favorito? Ela te olha com aquela expressão de imensa felicidade. Ela te faz sonhar com um mundo mais alegre e mais colorido, pois ela consegue sorrir com o olhar. Ela parece estar realizada e acima de tudo, parecia ter a nítida impressão de que nada poderia dar errado.
Se dedica a lamber e a cuidar daquele doce, como se ele nao fosse acabar, regra até o ultimo grão de açúcar e relambe-o de maneira contínua. Sonha em ter naquele doce a sua alegria açucarada, seus sonhos de jasmine, seus desejos para se realizar.
Quer ter certeza de que este doce é importante e quer fazê-lo parecer tal importante, então trata-o com esmero e dedicação, tenta sempre fazer o seu melhor, tenta sempre querê-lo mais, provar para si que merece aquilo, também.
E ela se arrasa procurando por motivos, saidas e toques, que possam mostrar alguma coisa de diferente para ela, dando-se dar presentes em um pedaço de glacê ou de chocolate. Tira pedaço, corta pedaço, retoma o que em deveras é seu.
Se ela recua nao é por medo, mas por cautela, se ela avança nao é por ansiedade, é por excitação.
Só que quando tiram o doce da criança ela chora, ela se entristece, ela cresce.
Chora por nao saber o que fazer, chora por se sentir fracassada e perdida sem aquele doce. Chora por sentir que tiraram uma parte dela, um pedaço dela.
Entristece, pois parece que o mundo ficou mais amargo, parece que o que estava pronto e bom para ela, na verdade nada mais é do que algo industrializado e pre-fabricado. Ela percebe que o mundo é agridoce, e só ai que ela cresce.
Cresce envolta de pessoas que ela fica com vergonha de desapontar, cresce acuada por ter perdido aquele doce que tinha conseguido e que tinha dado tanta alegria anteriormente.
Cresce segura por algumas mãos que também nao entendem o que aconteceu, do porque dela ter perdido aquele doce, do que por que de terem lhe tirado algo tão açucarado, mas de uma certa forma cresce temerosamente sozinha, pois sabe o quão fundo e vazio aquele buraco no seu peito é, e o quanto esforço e carinho tinha colocado para merecer aquele pedacinho do seu doce favorito.
Mas cresce. Para melhor, se possível...
_
Parte II - mensagem direcionada por segurar a minha mão, e por ter tirado um pouco do peso dos meus ombros. Como disseste, não gostarias de verdade de mim se estivesses apenas nos momentos bons, alegres e de sucesso. Provaste de todas as maneiras o que disseste, muito obrigada por estar ao meu lado ao passar pela perda do meu doce...Obrigada mesmo!

Eu estou lá por você
Não importa o que
Eu estou lá por você
Nunca desistindo
Eu estou lá por você
Por você

I'll stand by you - The pretenders
Oh, porque você parece tão triste?
Há lágrimas nos seus olhos
Venha aqui e venha comigo agora
Não tenha vergonha de chorar
Deixe-me ver você por inteiro
Porque eu já vi o lado escuro também
Quando a noite cai sobre você
Você não sabe o que fazer
Nada do que você confesse
Pode me fazer te amar menos
Eu estarei com você
Eu estarei com você
Não deixarei ninguém te machucar
Eu estarei com você
Então,
Se você está triste, fique triste
Não guarde isso dentro de você
Venha aqui e fale comigo agora
Mas hey, o que você tem para esconder
Eu fico brava também
E eu tenho muito a ver com você
Quando você está numa encruzilhada
Não sabe qual caminho escolher
Deixe-me ir junto
Porque mesmo se você estiver errado
Eu estarei com você
Eu estarei com você
Não deixarei ninguém te machucar
Eu estarei com você
Me deixe entrar na sua escuridão momentânea
Eu nunca irei abandonar você
Eu estarei com você
E quando,
Quando a noite cair sobre você, baby
Você se sente completamente só
Caminhando com você mesmo
(Repete)


Obrigada por tudo!

Share:

1 Falas

Mesa de Café da Manhã. Tecnologia do Blogger.