Mas porque, hein?!

Cheguei ao ponto de sentir como se pudesse fazer muito mais coisas caso tivesse saido deste mundinho rotulado de Amazônia. Falo sério!

Para esclarecimento, moro na região amazônica, mas nao sou índia, nao moro numa oca, nao falo nenhum dialéto quase morto e muito menos tenho uma onça como pet, ou seja qualquer um desses pre-conceitos que sao formulados por uma sociedade brasileira que parece fazer questão de fingir que o norte e o nordeste nao contam em nada e que somos ignorantes e incivilizados.
Nao, tenho orgulho de dizer que sou daqui, tenho a alegria de carregar essa cultura deliciosamente diversificada que é a imensidão amazônica; gosto de saber que existem traços marcantes na nossa região que são só nossos, sem tirar nem por. O que nao significa que é o que eu quero estudar!
Com todo o respeito às pessoas que dedicam a sua vida e a sua trajetória em estudar a Amazônia e com mais respeito ainda para aqueles que podem vir a discordar de mim, mas nao vejo o ponto de estudar algo que nao quero. Algo que nao desperta o meu tesão.
Sabe?! Aquele tesão que consegue te deixar sem fôlego, faz tu te tornares uma espécie de super pessoa capaz de ler textos e masi textos, analisar discursos, apos discursos sem se cansar, simplesmente porque tens paixão por aquilo?! Entao, nao é como me sinto em relação à Amazônia.
-Ah, por que existe muita história ainda nao pesquisada, ainda nao analisada em relação a amazônia e voces podem mudar isso. -Porra, e se eu nao quiser?
-Voces que se interessam pelo meio cientifico, de pesquisa e desenvolvimento na área comunicacional é uma ideia muito válida trabalhar com esses conceitos regionais, pois existem muito poucos estudos sobre. -E daí?!
E daí se tem um monte de gente que "mudou" a história na Amazônia e que ainda nao foram estudados?! Isso nao me desperta o interesse!
Agora vcs devem se perguntar o porque desta revolta aparentemente sem causa. Pode até dizer: "mas se tu nao queres estudar, nao estuda, merda!", só nao é tao simples assim, morando nesta região os nossos mestres na academia, parecem fazer questao de ressaltar o estudo na amazônia e mais ainda, parecem ter prazer em sempre recortar o espaço geográfico ali, ou melhor, aqui. E mais ainda, quando trazemos um tema diferenciado para análise, sofremos repressão por que nao é um tema de "relevância amazônica".
Mais que merda! Nao é porque eu moro aqui que TENHO que estudar isso! Eu tenho os MEUS interesses que nao convergem, necessariamente, com a cultura daqui. Acho que tenho esse direito!
Tenho o direito de achar um absurdo qundo o meu projeto de iniciação científica nao é estimulado, porque eu nao falo de amazônia; tenho direito de ficar puta quando um professor faz o favor de dizer, indiretamente, que o meu tópico para analise de discurso nao vai servir, pois nao foca na região; tenho o direito de fazer do meu jeito e sofrer as "consequencias" sem noção que podem cair sobre mim.
Tenho esses direitos.
E mais do que tudo, tenho o direito de querer responder: "Agora eu nao posso nem escolher o que estudar sem que me achem uma eurocêntrica? Sem que achem que nao tenho amor pela "cultura regional", ora, vá tomar no cu antes que eu me esqueça!". Principalmente quando ouço a porcaria daquele discurso pronto: "Credo, mas porque voce vai fazer um estudo disso, hein?! A gente precisa de estudos voltados à Amazônia, ainda somos tão carentes nessa área..."

Share:

1 Falas

Mesa de Café da Manhã. Tecnologia do Blogger.