Adoração à malhada

É domingo, cerca de cinco e meia da tarde, Pirassicaba está jogando contra o Brasiliense e nossos homens estão com as unhas (ou o que restaram delas) encravas no braço da poltrona, nós, por outro lado, andamos em círculos ao redor da mesma, clamando por um pouco de atenção e a gota d'água chega quando eles, "educadamente" pedem para sairmos da frente. Aí vem a famosa pergunta do domingo: Como voce prefere ver um monte de homem suado correndo atrás de dessa gorda malhada, quando me tem fabulosa do seu lado?
Triste, mas verdade, quando uma mulher nao curte futebol ou nao entende de mesas redondas, ou mesmo a adoração desajustada por aquela bolinha malhada, acaba perdendo o seu companheiro todo o domingo entre quatro e seis da tarde. Perde também o cinema, porque o Pirassicaba ganhou. Ahn?! Mas ele nem torce para o Brasiliense!
Calma, coleguinha, calma aí! Acredite em mim quando digo que para o seu amado, você é mais importante do que pensa e mais ainda, voce representa para ele algo mais intenso do que pode achar. Sim, sim, qurendo ou nao homens amam ter uma mao macia para segurar quando o Brasiliense quase consegue aquele gol que vai fazer o Corinthias subir de posição. Adoram abraçar um corpo curvilíneo quando o Brasiliense faz o bendito gol. E por mais que eles nao admitam, eles amam as nossas agudas vozes gritando: "vai, vai vai!! nao! volta, passa! Isso foi penaulti! Isso foi falta! Juiz idiota!".
Resumindo: Mulheres para os homens são como aquele chanel nº5 para nós! Por isso que, quando eles chamam o árbitro de "Filho da Puta!" os olhos curiosos deles caem sobre nós para verem se estamos rindo.
Dito isto aprendamos uma coisa, a mulher nunca substituirá a gordinha e os caras suados que falam "a gente" de mais, mas sempre terá seu lugar reservado no sofá e nas arquibancadas. Se voce nunca foi a um jogo, experimente, o maximo que pode acontecer é voce também se apaixonar pela bola.

Share:

2 Falas

Mesa de Café da Manhã. Tecnologia do Blogger.