500

Dos filmes que assisti na primeira metade deste ano e que vrdadeiramente gostei, 500 dias com ela foi um dos meus favoritos. Sim, tem todas as caracteristicas de um daqueles filmes de garoto encontra garota, os dois se apaixonam e constroem uma vida juntos. Certo?
Errado! O mais bacana dessa historia é que eles focam em outra coisa, nao dirigem-se diretamente para o cliche de sempre, e sim para uma nova perspectiva, que faz muito mais sentido na nossa realidade do que acidentalment encontrar o que sempre procuramos.
500 dias conta a historia de um cara que se apaixona perdidamente por uma garota chamada Summer (verao em ingles) e ela marca a vida dele completamente e os dois juntos vivem uma historia marcante por 400 e tantos dias, quando eles terminam, mas eles ainda ficam conectados por mais algm tempo, e essa conexao faz com que ele tome algumas decisoes qe estavam sendo adiadas, como começar a trabalhar como arquiteto, como sempre quis.
Nao posso contar para nao parecer spoiler, mas posso dizer que uma coisa interessante acontece com ela, e nao m esqueço de duas passagens incriveis do filme, desculpem a memoria, mas acho que todos estao com a essencia intacta.
Eles ja estavam ha alguns meses juntos, e este dialogo surge.

Tom: Olha, nao precisamos por um rotulo nisso. Tudo bem. Eu entendo, mas eu preciso de uma concistencia.
Summer: Eu sei..
Tom: Preciso saber que voce nao vai acordar e se sentir diferente.
Summer: E eu nao posso dar issoa voce. Ninguem pode!

A primeira conversa seria entre Tom e Summer, com a participação do coelga de trabalho Mckenzie.
McKenzie: [bebado] Entao, Summer, voce tem namorado?
Summer: Nao.
McKenzie: Por que nao?
Summer: Porque eu nao quero um namorado.
McKenzie: Fala serio! eu nao acredito nisso!
Summer: Voce nao acredita que uma mulher pode gostar de estar por conta propria e ser independente?
McKenzie: Voce é lesbica?
Summer: [rindo] Nao, nao sou lesbica. Eu so..,nao me sinto confortavel estando com outra pessoa. Na verdade nao m sinto confortavel sendo algo de alguem.
McKenzie: Nao sei do que voce está falando!
Summer: Sério?
McKenzie: Nao.
Summer: Certo, entao deixa e ser mais clara.
McKenzie: Seja, seja...
Summer: Ok. Eu, gosto de estar por minha conta, eu acho que relacionamentos deixam as pessoas loucas e confusas, quem precisa disso? Somos jovens e vivemos em uma das cidades mais loucas do mundo, vamos é nos divertir enquanto podemos e deixamos as coisas mais serias para depois.
McKenzie: Voce é um homem! Voce é um homem!
Tom: Certo, mas espere. E o que acontece se voce se apaixonar?
Summer: Voce nao acredita nisso, acredita?
Tom: Estamos falando de amor, nao do papai noel!

Mas voltando a analise, o final é bem delicioso e de certa maneira bem inusitado. Deixa subentendido que o outono está chegando para ele.

Share:

0 Falas

Mesa de Café da Manhã. Tecnologia do Blogger.