Do falar e da distância


Abraços sao importantes, bem como o estar perto, e ja ter tido alguma reaçao. A outra coisa que é importante é o espaço e um pouco da indecisao.
O espaço para ficar a vontade, sem medo de dizer o que pensa, sem medo de falar alto e muito menos de sacanear um ao outro. A indicisão pq assim, acontecem troca de olhares, sorrisos e checagens.
Checagens de interesse, de vontades e de desejos.
Agora, se voce se encontra em uma situaçao em que nao tem certeza de nada...nenhum dos elementos vai adiantar de nada.
Os abraços serão timidos e monossilábicos, o estar perto vai causar desconforto e a reaçao será estranha. Tal como o espaço vai ser gélido e a indecisao vai ser constante.
"Voce é assustadora!", nao me esqueço disso, talvez eu seja mesmo. Falo alto, grito e tenho voz de criança, mas as pessoas se acostumam, meus amigos se acostumam, quem me quer se acostuma com isso.
E depois veio aquele momento em que parecia acontecer alguma coisa, mas os braços continuaram cruzados, o olhar abaixado e o sorriso torto implantado. idiota? sim, houve esse sentimento em algum momento. O momento em que eu me perguntei pq diabos eu me importava com isso. Lembrei vagamente de Pushing Daisies e seu personagem principal, que revive as pessoas com um toque, mas que se toca-las novamente elas morrem de vez. Ele revive o amor de sua vida, mas nunca mais poderia toca-la. Tenho que dizer, pelo menos a relaçao deles era de verdade.
Se nos tocar quebram? Se falarem conosco suas bocas caiem? Somos mt burras para voces? Mt escandalosas? Mt feias?
Seja como for, estou a ponto de dizer: FODAM-SE!

Share:

0 Falas

Mesa de Café da Manhã. Tecnologia do Blogger.