Beijo, Beijar, Beijinhos, Beijocas


Estudiosos dizem que o beijo surgiu derivado do carinho que nossos antepassados trocavam na epoca do acasalamento. Freud dizia que o beijo substituia o prazer oral de quando eramos bebes e mamavamos.
Fato é, que o beijo se tornou uma das coisas mais esperadas, procuradas e desejadas, fora o sexo. E o beijo pode significar muitas coisas, dependendo de quem e como ele é entregue.
Ontem foi o dia internacional do beijo, agora voce sabe porque o dia 13 de abril recebeu este titulo? Bom, eu nao sabia, entao fui atrás da história do dia internacional do beijo, e achei histórias interessantes, mas a que mais me chamou a atenção foi a do blog: http://silnunesprof.blogspot.com/2010/04/dia-internacional-do-beijo.html ,que ela conta:

O dia internacional do beijo foi criado por causa de um italiano chamado Enrique Porchelo que beijava todas as mulheres que via pela frente, nem mesmo as casadas escapavam.
Incomodado com o fato, um padre francês que morava na mesma vila do tal beijoqueiro, propôs pagar um prêmio milionário em moedas de ouro, para as únicas mulheres que conseguissem escapar do ataque do tal cidadão.
Vira daqui, remexe dali e nada. Todos os anos era a mesma coisa, não aparecia ninguém para receber o prêmio.
Por causa disso, a quantia acabava sendo guardada e acumulada com a do ano seguinte. E o saco só ia crescendo.
A população conta que nunca mulher alguma resgatou as tais moedas de ouro, já que o italiano Enrique Porchelo não dava mole e beijava todas. Acho até que elas gostavam.
Bem, o padre morreu frustrado, sem conseguir pagar o prêmio.
Conta a lenta que as tais moedas de ouro ainda se encontram muito bem escondidas, em algum lugar da vila italiana, só o padre sabia o esconderijo. Um saco cheio!
Por causa desse episódio, as pessoas passaram a comemorar o dia 13 de abril como o dia internacional do beijo.

Bem legal, ne?!
Mas olha só, eu me perguntava ha alguns dias no skippingthistown.blogspot.com o que tinha acontecido com o romancce, e hoje falando sobre o beijo, percebo, também como o beijo se tornou dispensável. Quer ver só?!
Todos nós assistimos filmes, sejam eles de romance ou nao, quantos deles têm o seu ponto alto no beijo do casal protagonista? poucos e a maioria sao filmes de decadas passadas quando as heroinas das historias levantavam o pé quando o beijo era dado pelo o homem de suas vidas.
Hoje, o ponto alto do filme é o sexo entre os personagens principais! Pergunta-se, será que isso nao nos torna céticos em relação ao poder do beijo?
Por que, se pensarmos em nossa literatura, por exemplo cinco minutos de J. de Alencar, Carlota (a personagem principal) é beijada por seu grande amor e, apesar da tuberculose, sobrevive. Ou mesmo nos contos de fadas, o que salva, liberta, marca e termina sao os beijos de amor eterno...o que aconteceu com isso?
Eu quero ouvir sinos, sentir borboletas, ver fogos de artificios, ou qualquer uma dessas coisas que as pessoas dizem que veem quando beijam o amor de suas vidas...Para onde isso foi parar?

Share:

3 Falas

Mesa de Café da Manhã. Tecnologia do Blogger.