Sao partes de mim

E o pé continua atado,
de alguma maneira
no passado.

Queria que nao,
preferiria que nao,
mas sao partes de mim.

Olhei para voce,
de repente,
num simples segundo
e tudo me fez lembrar

De como eu me sentia,
de como queria que fosse
e de alguma maneira ainda estou ali
pois sao partes de mim.

Sao pedaços perdidos,
jogados ao vento e empurrados para o mar.
esquecidos...

mas do nada,
revisto...

simplesmente...
por que sao partes de mim...

2 comentários

Felicidade Clandestina. disse...

Oun
e nem me fale em 'pé no passado'

porque dói a saudade que eu tenho de ti ):

Te amo irmã ♥

Hosana Lemos disse...

lindo lindo!
já passei por isso, esse coisa de ainda estar presa.
estou me soltando mesmo sem minha vontade, estou esquecendo mesmo no fundo não desejando isso.
E isso acontece de forma natural, nao sei se bom ou ruim...apenas está acontecendo!
;)


beijos

parabés pelo texto poema!

=*