Up, up, up, Boleyn



E tinha tanta coisa que poderia fazer
E tinha tanta coisa que poderia dizer,
E podias ter decidido na hora,
nao deixado para remoer.

Podias ter encontrado logo,
espremido logo,
Deixado o suco escorrer.

Podias ter escolhido logo,
subido logo,
afinal,
ja nao tinhas nada a perder.

Querias encontrar uma saida,
fabricar uma saida,
e sair, por ali.

Mas depois do chão,
provavelmente nada mais tem.
Seu medo de quebrar o queixo,
nada mais é do que uma tradução
de "nao quero sair dos eixos"

No fim das contas,
restou subir,
E foi, e foi,
escadas mal acabadas
com risco de desabamento,
mas nao caiu,
nao despencou.
No final de tudo,
subiu.

subiu, subiu, subiu...
E vai continuar, pois ainda tem
muitas espirais para desenrolar,
e muitos degraus para explorar;

Share:

1 Falas

Mesa de Café da Manhã. Tecnologia do Blogger.