So weird, hum, Juliet?!

"Você sabe essa coisa sobre julgar um livro por sua capa?
É verdadeiro.

Às vezes você começou ler o livro inteiro e, mesmo então, você ainda não pôde saber a história toda."

Aí foi como um flashback, mas nao daqueles esquisitos do tipo dejavu, nao, foi mais intenso, foi com a mesma sensaçao, o mesmo prazer...o problema?! um sonho!

Tah, eu nao vou dizer que nao curtir o sonho, ao contrario, eu amei, afinal acho que nunca me senti tao carente quanto atualmente, no entanto parecia uma coisa que escrevi no meu livro, a cena bem na minha mente, sab?! do vampiro e da assassina juntos, se amando como quem nao se preocupa com mais nada, e como quem...sonha acordado, so que meu sonho, foi mesmo, um sonho.

A verdade é que eu nunca, realmente, superei a nossa separaçao, parece ser bem tosco quando dito assim, ja que nem mesmo tinhamos um relacionamento, por assim se chamar, mas com toda certeza havia esse elo, esse negocio impenetravel e inegavel!

Mas ate as coisas que parecem estar dessa maneira nao, exatamente, estao, e ate mesmo as pessoas quando estao proximas parecem distantes, acho que é o mesmo paradoxo!

Voltando ao sonho. fui pega de surpresa em uma soneca de fim de expediente. depois de dar a minha aula, fui para cas da minha avo, onde vou almoçar todos os dias, e onde eu tiro essa soneca, antes do mesmo. O sonho começou com um cheiro, o cheiro que foi tao familiar para mim ha algum tempo, (e que eu tenho que admitir, sinto mta falta), impregnado no meu nariz, de uma maneira que eu peguei um susto com o senso de realidade que se tornava! era mais e mais real...q eu podia sentir! e de repente aquele beijo! nossa!

Deixo vcs fluirem com a imaginaçao em relaçao a como as coisas aconteceram depois, mas de qlqr maneira, é incrivel como um sonho, pode ser...tudo q vc precisava num dia pra tomar algumas decisoes...

Oli


Share:

0 Falas

Mesa de Café da Manhã. Tecnologia do Blogger.